WhatsApp limita envio de mensagens para travar fake news

Publicidade

Publicado em:

7 de
ago

Autor:

Globo.com

WhatsApp passou a restringir o encaminhamento de mensagens no Brasil. As versões do app para Android, web e PC (Windows) do mensageiro permitem encaminhar textos, fotos e vídeos para, no máximo, 20 pessoas simultaneamente. Antes, o limite era de mais de 200 contatos. Os aplicativos do para macOS e iOS ainda não trazem a novidade para brasileiros, mas a mudança já aparece para alguns usuários de iPhone no exterior. De acordo com o WhatsApp, a nova função "está sendo gradualmente liberada para todos os usuários".


A limitação para encaminhar mensagens foi anunciada pelo WhatsApp em julho deste ano como medida para combater as fake news. A restrição teve início na Índia, país que registrou mais de 20 mortes nos últimos meses ligadas a boatos que circularam no mensageiro. A restrição por lá é mais severa: quem quiser repassar conteúdo pode escolher apenas cinco contatos da agenda.


Outras mudanças anunciadas incluem a remoção do botão ao lado de mídias e links para encaminhamento rápido. O atalho, no entanto, segue disponível no aplicativo para celulares. Segundo o WhatsApp, as novas restrições visam melhorar a segurança e a privacidade dos usuários. Em nota, a empresa explicou que “as medidas poderão manter o WhatsApp do jeito que ele deve ser: um app para conversas privadas”.


Aviso de encaminhamento
No começo de julho, o WhatsApp já havia implementado a primeira mudança no encaminhamento de mensagens. Todos os conteúdos repassados passaram a ganhar um selo que avisa quando o texto, imagem, vídeo ou link são provenientes de outras conversas. Um recurso parecido já existia no rival Telegram, mas de forma mais completa: no mensageiro de código aberto, é possível saber quem divulgou a informação primeiro.



Portal: Radarurgente.com